Pastor de Hong Kong tem fiança negada repetidamente
12/05/2022 11:08 em Point Rhema

No último mês de abril, um pastor de Hong Kong detido por perturbação da ordem pública, teve quatro pedidos de fiança repetidamente negados.

 

A prisão do reverendo Garry Pang Moon-yuen aconteceu no dia 6 de abril, pela polícia de segurança nacional de Hong Kong, após sua participação em uma audiência de 4 de janeiro. Na ocasião, acontecia a condenação de Chow Hang-Tung, organizador da vigília do dia 4 de junho (em comemoração ao Massacre de Tiananmen), por incitar outros a participarem do evento proibido.

 

De acordo com a Internacional Christian Concern (ICC), o pastor Pang teria aplaudido o apelo de Chow, e a ação foi considerada ofensiva aos olhos das autoridades. Ele foi então acusado com a "intenção de trazer ódio, ou provocar descontentamento contra a administração da justiça, bem como encorajar a desobediência à lei e à ordem", informou a organização religiosa.

 

O Supremo Tribunal negou os quatro pedidos de fianças, feitos nos respectivos dias 11 de abril, 19 de abril, 27 de abril e 6 de maio. Ele não tem um advogado para representá-lo. Seu caso será levado aos Tribunais de Magistrados de West Kowloon novamente em 19 de maio.

 

Nos últimos anos, o reverendo Pang esteve envolvido na justiça social, especialmente após a lei de extradição e o movimento pró-democracia decolarem em 2019.

 

Com informações Internacional Christian Concern (ICC) via CPAD News

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE